Falando de Pesca »

6 de novembro de 2019 – 18:15 | 74 views

48-Peixes – 44 – Falando de Pesca

48-66-S- CONHECENDO A PIRARARA
A Pirarara é um peixe que tem sua ocorrência nas bacias dos rios Araguaia – Tocantins e Amazônas, (…)

      Reino – Animalia  ; Filo - Chordata ;  Classe - (…)

Leia a história completa »
Blog
Além da Pesca
iniciantes
Notícias de Pesca
Peixes
Home » Falando de Pesca

44-Falando da Pirarara {259}

Enviado por on 6 de novembro de 2019 – 18:15Nenhum Comentário | 74 views

48-Peixes – 44 – Falando de Pesca

48-66-S- CONHECENDO A PIRARARA 

A Pirarara é um peixe que tem sua ocorrência nas bacias dos rios Araguaia – Tocantins e Amazônas, (…)

      Reino - Animalia  ; Filo - Chordata ;  Classe - Actinopterygil ; Ordem - Siluriformes ;    FamíliaPimelodidaeGênero - Phractocephalus ; Espécie -P.hemioliopterus

Características

A família  Pimelodidae é a família de bagres, na qual a pirarara se inclui e que desperta maior interesse para a pesca esportiva, já que boa parte de seus representantes são peixes de médio e grande porte, muita vezes superando os 50 quilos de peso.

Possui corpo de couro, roliço, largo na frente, afilado na traseira, com superfície dorsal ossificada e granulada. A cabeça levemente achatada, alta, grande e bem larga, ocupando cerca de 1/3 do comprimento total. A boca terminal é bem grande, a maxila pouco maior que a mandíbula, dotada de placas dentígeras amplas e muito abrasivas.

Possui um grande escudo pré – dorsal totalmente rugoso entre a cabeça e a nadadeira dorsal, com aspecto de forte carapaça, o que a diferencia dos demais bagres pimelodideos de agua doce, além de seu padrão de colorido.

      O barbilhão maxilar é curto, com comprimento igual ao da cabeça ou ligeiramente maior ultrapassando a margem dos opérculos. O corpo é roliço e o ventre, achatado. É um dos peixes de couro mais coloridos das bacias Araguaia-Tocantins e Amazônia. A cor geral do dorso é preta, marrom escura ou castanha, eventualmente podendo apresentar até certo tom esverdeado, os flancos amarelados e o ventre esbranquiçado.

      A nadadeira caudal, truncada, tem coloração vermelho – sangue , assim como a adiposa e a porção terminal dos raios das nadadeiras dorsal e anal , conferindo ao peixe cores vivas e muito bonitas.

Emite som característico assim que sai da à água depois de fisgado, semelhante a um bufo, e sons quando rebate as nadadeiras peitorais junto ao corpo.

Tem a má fama entre os povos ribeirinhos da Amazônia de desferir ataques a seres humanos, chegando a causar morte por afogamento segundo os relatos de ribeirinhos de diversas regiões.

Alcunhado de Tubarão da água-doce ou Pit Bull das águas amazônicas. Capaz de vencer oponentes duas ou até três vezes maiores. A Pirarara junto com a onça-pintada e o jacaré são os maiores, senão únicos predadores do peixe piranha.

Faz desova total na enchente, fecundidade até 300 mil ovócitos por femea. Nos períodos de reprodução, realiza migração reprodutiva, nada rio acima, a partir do início da enchente.

A Pirarara come de tudo e muito, é um peixe omnívoro seu apetite prefere peixes, tartarugas, crustáceos, mas não perdoa frutos (ajuda a dispersão de sementes) e até animais mortos em decomposição.

Várias são as qualidades apregoadas a Pirarara, podendo-se considerar entre elas, a pesca esportiva, usualmente feita com iscas naturais (peixes inteiros ou em filés, por exemplo, de traíra ou piranha-caju).

Porte  Atinge mais de 1,8m de comprimento e até 80 quilos, porem sendo mais comum, 1,10 a 1,30 metros e peso e entre 30 a 40 quilos.

Onde Encontrar A Pirarara é um peixe que tem sua ocorrência nas bacias dos rios Araguaia – Tocantins e Amazônas. Têm como locais mais comuns - remansos, poços nos canais dos rios, baixios de praias, lagos e matas inundadas com águas em PH de 5,5 a 6,8 e temperaturas entre 20 a 27º C.

Equipamentos

A pirarara se destaca pela sua extrema força, com arrancadas capazes de esvaziar o carretel, mesmo de carretilhas de grande porte, e sempre com o péssimo habito, para com o Pescador, de buscar refugio em estruturas especialmente galhadas de fundo.

Soltar o barco e seguir o peixe rio abaixo pode melhorar as chances de capturar as maiores, são pouco seletiva, atacando de tudo, inclusive iscas artificiais, como plugs de barbela e metal jigs. Costuma se encardumar, indicando que vale persistir nos locais em que uma foi fisgada.

.Espera com Iscas Naturais 

       : Varas-Pesadas de carga acima de 50 lb podendo chegar até 100 lb, ação rápida e entre 6 a 7 pés.

       : CarretilhasDe perfil redondo, com fricção forte e grande capacidade de linha.

       : Molinete(grande / forte) também poderiam ser usados, desde que usados com linhas de multifilamento, pois as de mono , como se sabe, são muito espessas.

: LinhasNáilon de espessura entre 080 a 1,0mm é a opção mais comum, porem neste caso, o líder seria dispensável. Para as linhas de Multifilamento equivalentes em resistência, entre 70 a 100 libras, usa- se um líder de multifilamento, entre 0,70 a 1,0 mm de até 2,0 metros de comprimento.

: AnzóisEmpatados, ou seja, acompanhados de cabo de aço de comprimento entorno de 15 cm e de resistência entre 60 a 100libras. Os tipos dos anzóis sugeridos sãoJ” e os circulares entre 9/0 e 11/0, dificilmente engolidos pelo peixe.

: ChumbadasDeve-se utilizar chumbada que possam correr, do tipo oliva ou redonda . O peso dependerá da profundidade e correnteza do local, mas normalmente entre 60 a 100 gramas.

       : IscasPeixes menores vivo ou mortos, inteiros ou pedaços, capturados no mesmo local da pescaria. Em locais de grande incidência de piranhas, o ideal é usar a própria cabeça da piranha com isca, com o anzol atravessando os olhos. Essa isca dura mais que ouras mais e não perde sua atração junto a pirarara, grande predador.   

        : Iscas Artificiais- Em situações especiais podem ser pegos com iscas artificiais, pois, quando estão em áreas rasas, atacam colheres e plugs de meia água.

Dicas  .Peixe foge para as galhadas: Quando uma piarara passa por debaixo de uma galhada, uma arvore submersa aparentemente não há como tira-la de lá. Vale tentar recuperar a linha após a estrutura. Como?Afrouxando a linha, e “caçando” com outro conjunto de linha, chumbada e anzol. Trazida à superfície, a linha pode ser cortada e emendada novamente em um momento em que o peixe esta parado, reiniciando a briga.

.A pirarara pode ser capturada na calha e na confluência dos rios, especialmente na época de seca. Prefira as áreas que não tenham muito enrosco para não correr o risco de perder o peixe, pois são mestres em puxar para as galhadas de sarãs e para locas de pedras. A melhor hora para capturá-los é no início da noite e a melhor época começa em maio, se estendendo até outubro, período em que os rios estão em seu leito normal.

.AmeaçasPesca predatória, destruição do habitat e poluição.

            Curiosidades 

      .Pirarara, em Tupi-Guarani: pira, pi´rá peixe e arara, ara´ra, ave da família dos Psitacídeos do  Brasil.

     .Registros fósseis mostram que P. hemioliopterus existe na América do Sul há mais de nove milhões de anos.

     .Com relação ao uso de sua carne, comercialmente falando, entre as mais variadas formas de negociação, pode ser encontrado sem cabeça, eviscerado, filé e em postas. Apresenta carne de coloração avermelhada, de textura firme e com sabor pouco acentuado, baixo teor de gordura e ausência de espinhos intramusculares, o que a torna adequada aos mais variados usos e preparos, agradando ao mais exigente e requintado paladar.

Deve ser entendido que o comentário sobre a comercialização da carne da pirarara, atrás mencionado, refere-se á atividade de pescadores profissionais e que o Pescador amador, consciente, sempre deve praticar o “pesque e solte”; sempre.

Tem crescido muito a comercialização da Pirarara como peixe ornamental, na pratica do aquarismo, pelas suas vistosas cores esverdeada, amarronzada, alaranjada e branca.

 Fonte 

.B.do Pescador -14 

.S. Piscishow 

.S. Cerrado Editora .Eng. Roberto Jorge Sahium 

.S. C P T  .Peixes Fluviais do Brasil – Alec K. Zeinad e Rubinho de Almeida Prado 

.Falando de Pesca – Edit. Set./19 

259

 

Deixe um comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. You can also subscrever estes comentários via RSS.

Be nice. Keep it clean. Stay on topic. No spam.

Você pode usar essas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Este é um weblog Gravatar-permitido. Para obter seu próprio avatar-reconhecido, por favor registre em Gravatar.