Falando de Pesca »

6 de novembro de 2019 – 18:15 | 419 views

48-Peixes – 44 – Falando de Pesca

48-66-S- CONHECENDO A PIRARARA
A Pirarara é um peixe que tem sua ocorrência nas bacias dos rios Araguaia – Tocantins e Amazônas, (…)

      Reino – Animalia  ; Filo - Chordata ;  Classe - (…)

Leia a história completa »
Blog
Além da Pesca
iniciantes
Notícias de Pesca
Peixes
Home » Dicas Úteis

48-Falando de Predadores

Enviado por on 24 de maio de 2013 – 11:16Nenhum Comentário | 1.091 views

04.00 – DICAS UTEIS – 48- Peixes

48.25. R- MISTÉRIOS DOS PREDADORES

Aprender cada vez mais sobre os hábitos dos peixes predadores pode ser a garantia de sucesso nas pescarias, (…)

Este texto tem o objetivo de falar sobre os hábitos de algumas espécies de peixes predadores, que costumam ser alvos constantes em nossas pescarias.

Aspectos que revelam segredos e manhas de nossos “parceiros” de aventuras, porem não tem a pretensão de ser um “guia dos hábitos dos peixes predadores”, longe disso.

A chamada “janela de captura”, de conhecimento de alguns do meio, fala em uma área virtual localizada próxima de cada peixe, individualmente, não importando onde o peixe esteja localizado. 

Essa janela pode ser resumida como um espaço limitado, onde as espécies predadoras usualmente são capazes de executar um ataque às presas de maneira considerada eficiente.

 Conhecer esse fato pode ser primordial para o sucesso de uma pescaria, pelo simples fato da janela de captura ser normalmente ignorada. 

 Alguns peixes predadores como o tucunaré e o bass parecem ficar familiarizados com algumas iscas artificiais, se eles frequentemente as veem ou são fisgados por elas.

 Eles logo as identificam como não comestíveis e recusam atacar , mesmo que as iscas estejam no seu “focinho”

Uma isca tem que parecer com algo comestível.  Não pode produzir ruídos ameaçadores ou vibrações que não simulem situações naturais, como não deve parecer semelhante a qualquer coisa que os peixes aprenderam a identificar como “não comida”. 

Está também comprovado que em alguns ambientes, algumas espécies de peixes como o robalo , aprendem a temer os sons em geral – iscas vibratórias, ruídos de barco e mesmo certos motores elétricos – e entram em reação de perigo quando os Pescadores passam por uma área de pesca.

A pergunta não é quão real uma isca é para nós, mas como ela interage com cada espécie de peixe e seu mundo. O único local fidedigno para compreender se uma isca parece ou soa como algo atraente a determinada espécie é dentro da água. 

Uma série de capturas consistentes com uma isca especifica e uma ação específica, pode ser entendido, que a combinação agradou em cheio. 

Outra isca da mesma cor, modelo ou cor diferente e uma velocidade de recolhimento ou ação diferente podem mudar a reação do peixe.

A maneira de um Pescador recolher e trabalhar sua isca artificial pode ser tão sutilmente diferente que dois Pescadores com a mesma isca, tentando o mesmo tipo de trabalho lado a lado, terão resultados distintos.

Porém, tais diferenças são frequentemente o resultado da habilidade de um Pescador para detectar ataques, ou definir mentalmente onde e como o peixe está localizado de forma que a isca seja colocada em seu raio de ação, ou dentro da dita janela de captura.                

Uma isca deve parecer vulnerável e também comestível. As espécies predadoras , quando ativas , normalmente atacam qualquer isca que entre em sua janela de alcance e que pareçam atraentes e vulneráveis.

Mas peixes em todos os estados de atividade normalmente ignoram e desprezam uma presa alerta e saudável.

Sabem por experiência, que é muito provável que tal presa logre escapar movendo-se para fora do seu alcance, quando abordada. 

Presas saudáveis e iscas que agem como tal, só são perseguidas pelos peixes mais ativos, e normalmente atacadas apenas quando nadam dentro do raio de alcance desses predadores.

Em contraste, normalmente peixes ativos e semi- ativos podem mover-se em direção a iscas que parecem feridas, lentas ou desajeitadas.

Dessa forma , quando o Pescador decide por recolher sua isca em velocidade mais lenta ou empregar iscas consideradas de trabalho lento , como jigs comuns e variações das minhocas plásticas, isso pode muitas vezes, aumentar suas capturas significativamente.

Algumas Pistas

 Uma das principais tarefas antes de iniciar uma pescaria é tentar estabelecer um padrão para identificar o estado de atividade dos peixes. 

Podemos identificar seus níveis de atividade de vários modos. Inicialmente, o mais fácil é a observação da atividade na superfície.

Alguns peixes predadores como o tucunaré, dourado, traíra, robalo, bass, e outros são vistos frequentemente em água rasa, e também podem ser identificados pelos ruidosos e espetaculares ataques. Similarmente, peixes neutros de águas rasas são revelados pelos ataques esporádicos do tipo sucção suaves e pequenos círculos.

A ausência desses ataques sugere que os peixes estejam inativos junto á superfície, ou que pequenos exemplares tenham abrigo nessas águas.

 Infelizmente, é difícil ver a atividade e constatar as ações debaixo da água. O Pescador precisa fazer tentativas na base do erro e acerto para procurar identificar o local e o modo de atividade dos peixes.

Além de pistas obtidas pela relativa localização das estruturas de apoio e cobertura, o Pescador pode se orientar com o primeiro ataque do peixe em sua isca. Basta haver um ataque para dar uma boa pista sobre o nível de atividade.

 Em um dia em que o Pescador não teve capturas por varia horas, duas explosões ou ataques na linha d’agua, em uma estrutura de vegetação próxima à margem, sugere peixes com modo de atividade neutro.

Resumindo, poderia se dizer, que de maneira geral, mesmo com as novas técnicas, novos conhecimentos, novos materiais, o que mais nos atrai como Pescador, é a incerteza e a expectativa, do que nos espera quando iniciamos uma pescaria.

Fonte

.Autor não Localizado

.Falando de Pesca-(11)R. Mai./13

♣ O que você tem feito pelo planeta Terra??

 

 

Deixe um comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. You can also subscrever estes comentários via RSS.

Be nice. Keep it clean. Stay on topic. No spam.

Você pode usar essas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Este é um weblog Gravatar-permitido. Para obter seu próprio avatar-reconhecido, por favor registre em Gravatar.