Falando de Pesca »

6 de novembro de 2019 – 18:15 | 481 views

48-Peixes – 44 – Falando de Pesca

48-66-S- CONHECENDO A PIRARARA 
A Pirarara é um peixe que tem sua ocorrência nas bacias dos rios Araguaia – Tocantins e Amazônas, (…)

      Reino – Animalia  ; Filo – Chordata ;  Classe – (…)

Leia a história completa »
Blog
Além da Pesca
iniciantes
Notícias de Pesca
Peixes
Home » Peixes

47- Falando de Robalo – II

Enviado por on 15 de maio de 2012 – 18:06Nenhum Comentário | 1.786 views

48.00 -PEIXES – 47- Pesca

                                                       47.13. S PESCANDO ROBALO- II

 

           Em dias de vento e chuvisco é melhor ficar em casa, debaixo de uma coberta quentinha. Robalo gosta de dia claro, (…)

          Técnicas

         De modo geral, a melhor hora para pescá-lo é logo de manhã, bem cedo, e ao entardecer. Já no inverno é perto do meio dia, o sol esquentando bastante, parece acordar os robalos, que passam a ferrar um após o outro.

     Há o consenso de que também que a lua, tem influência acentuada na pesca do robalo. Fazendo – se uma comparação dos resultados das pescarias com o calendário lunar, chega-se a observar, que os melhores resultados , foram nos dias próximos a em certas ocasiões à lua cheia.

Em dias de vento e chuvisco é melhor ficar em casa.

Robalo gosta de dia claro, sol brilhando. Tempo de trovoada não conta, pois, antes do temporal cair, é excelente momento para se pescar.

Material

Pode-se pescar o robalo com material pesado e talvez até mesmo conseguir uma boa fiada de peixes.

A graça de pescar, porém, não é “rebocar” um peixe até o seco, e sim usar arte e perícia contra força e instinto.

Nada melhor que uma “boa briga”, portanto, não há porque encurtá-la, arrastando o peixe, sem antes senti-lo, vê-lo brigar, correr, levar linha, para só depois trazê-lo devagarzinho, prancheando do nosso lado.

Material leve e bem balanceado. Vara fininha, boa flexibilidade. Para sentir o peixe e não haver perigo de rebentar sua boca, na hora da ferrada. Linha0,20 a0,30 e molinete pequeno. Freio bem regulado para não haver perigo de romper a linha.

Se for peixe brigão, raçudo deixe levar a linha. O gostoso é a briga.

Na caixa de pesca, material sortido. Anzóis de vários tamanhos, giradores, bóias e chumbos. Dê sempre preferência às garatéias. Como a boca do robalo é muito sensível, a garatéia, prendendo-se em mais de um lugar, diminui a chance do peixe se soltar, depois de ferrado.

Iscas Naturais

Predador por excelência, o robalo só ataca presas em movimento.

Se for usar iscas naturais, elas devem estar bem vivas, com os movimentos normais. Se usar iscas artificiais, é preciso dar-lhes movimento para levar o robalo ao ataque. As iscas naturais mais comuns são os camarões e pequenos peixes vivos.

É ponto primordial saber iscar corretamente um camarão ou peixe. Além de estar bem segura ao anzol, deve-se procurar não afetar as partes sensíveis da isca, para dar-lhe o maior tempo possível de vida e movimento.

Mesmo que a ponta apareça, ao invés de cobrir todo o anzol, faça-o penetrar um lado da isca, para sair do lado oposto, sempre em regiões não sensíveis.

O camarão, no alto da cabeça, tem uma espécie de chifre, cuja base é bom local para se firmar o anzol. De um lado para o outro. Ou ainda o rabo. No peixe, faça o anzol penetrar numa narina e sair noutra. Ou isque-o pelo rabo

Artificiais – Uma Opção Superior

A pescaria com isca artificial ganha mais emoção e movimento, uma vez que é preciso usar de toda técnica e perícia para enganar a presa.

As colheres são boa opção. Há as niqueladas, amarelas, listradas, com um anzol fixo, com garatéia móvel, enfeitadas com penas, entre outras. Dentro de suas características, todas são boas.

Mesmo ferrando com colheres, não são, porém, a isca ideal para o robalo. Ele é peixe de meia-água, não tão rápido como o dourado. A isca precisa ser recolhida a uma velocidade de média a lenta.

Se recolhermos devagar uma colher, ela irá ao fundo, com chances de enroscar em paus ou pedras, sem encontrar o habitat do robalo. Se a recolhemos rapidamente, por sobre a água, nem sempre o robalo tem tempo de abocanhá-la na sua corrida.

PlugAs cores e formatos variam muito, de acordo com a procedência. O gosto do Pescador influi muito

Uma combinação de cores mais vistosa, com mais brilho dentro d’água, pode chamar mais a atenção do peixe.

Pode-se até arriscar a dizer que o “Plug”, é a isca ideal para o robalo.

FONTE

.SITE XARÉU

figuras – mega sub/robalo flecha/pescaki

.FALANDO DE PESCA – Edit/.Jan./11

♣ O que você tem feito pelo planeta Terra??

 

 

Deixe um comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. You can also subscrever estes comentários via RSS.

Be nice. Keep it clean. Stay on topic. No spam.

Você pode usar essas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este é um weblog Gravatar-permitido. Para obter seu próprio avatar-reconhecido, por favor registre em Gravatar.